Novo/New

Aqui são postados textos que também têm sua “estréia” na página principal do site, logo abaixo da apresentação. Por exemplo, veja aqui “Corpo, arte e pesquisa em Klauss Vianna, entre-lugares de dança e teatro”.

Corpo, arte e pesquisa em Klauss Vianna, entre-lugares de dança e teatro.

Este foi o nome da mesa temática apresentada por Cássia Navas (UNICAMP) e Joana Ribeiro Tavares (UNIRIO) no VIII Congresso da ABRACE- Associação Brasileira de Pesquisa e Pós-Graduação em Artes Cênicas, no começo do mês de novembro. Até o final deste mês o texto completo da mesa estará no site da ABRACE www.portalabrace.org.br, como uma delicada trama de duas pesquisas a partir de trabalhos elaborados em topologias diferentes da investigação da cena do país.
Por ora, segue, abaixo, um resumo do mesmo (as well its “little abstract”).

1. Corpo, arte e pesquisa em Klauss Vianna, entre-lugares de dança e teatro.
Reflexão crítica sobre o trabalho de Klauss Vianna (1928-1992), pesquisador do Brasil, cuja obra fundamenta-se em pressupostos do moderno e contemporâneo.
Revolucionário revisor de tradições, inaugura um território do conhecimento na arte da cena brasileira, em diálogo com metodologias e epistemes de seu tempo. Depois de sua morte, e, em permanência, estes diálogos continuam a ecoar em modos de pensar-agir. Um debate sobre este “estado da arte” é fundamental para pesquisadores da dança, performance e teatro.
Neste horizonte, a mesa temática problematizou sua inscrição na contemporaneidade, mediante olhares provenientes de grandes campos – história, poéticas da arte e educação somática.
Valendo-se destes eixos, enunciou-se – em debate – ideias sobre sua inserção no tecido da cultura brasileira, localizando-o em topologias da modernidade e da pós-modernidade em arte.
Com base em pesquisas sobre suas ações no campo da formação, criação e difusão, ao longo de sua trajetória em Belo Horizonte, Salvador, Rio de Janeiro e São Paulo, a reflexão partiu de suas questões fundamentais, ancoradas na investigação do corpo – em dança e teatro – expandido nas artes da cena e na sociedade de seu tempo.
Neste sentido, o “conhecimento em Klauss Vianna” foi encarado como “entre-lugar”, ali considerado como novo território da arte.
Novo porque historicamente revisitado ou porque organizado a partir de registros atuais de percepção. Este território também se constrói à luz de índices encontrados na “família Vianna”, além daqueles revelados pelo saber-fazer de colaboradores, alunos, bailarinos e atores.

2. Body, art and research in Klauss Vianna: between dance and theatre
The panel presented a critical reflection on the work of Klauss Vianna (1928-1992), trying to situate him in contemporary society through glances at fields such as history, poetics of art and somatic education.
Drawing on these axes, we enunciated and discussed his position in the fabric of Brazilian culture, locating him in the topologies of modernity and post-modernity in art.
Based on research about his actions in the fields of training, creation and dance and theatre popularization during his career in Belo Horizonte, Salvador, Rio de Janeiro and São Paulo, this reflection starts from his core interests, based in physical body research – in dance and in theatre – expanded into the performing arts and the society of his time.
In this sense, the “knowledge about Klauss Vianna” was seen as an “in-between place”, and was there considered as a new field of the art.
New because historically revisited or because organized from current records of perception. This territory is also built in light of indications found within the “Vianna family”, beyond those revealed by the know-how of employees, students, dancers and actors.

São Paulo, novembro de 2014.
Cássia Navas

Comments are closed.